Juntos pela Clínica Médica

#JuntospelaClinicaMedica

SOBRE

A Sociedade Brasileira de Clínica Médica tem como principal foco de suas ações, a valorização e a defesa da Clínica Médica. Por isso criou esta campanha permanente que visa sensibilizar a sociedade, profissionais de saúde, acadêmicos e médicos de todas as especialidades para a importância do Clínico no Sistema de Saúde brasileiro e a relevância da sua atuação em prol do humanismo na Medicina e do fortalecimento da relação médico-paciente.

APOIADORES

301

POR QUE APOIAR

A SBCM, construída sobre os pilares da relação médico-paciente, do humanismo na Medicina e da democratização do conhecimento, compreende a Clínica Médica como mãe de todas as especialidades. Consagrada pelos mestres do passado, é nome respeitado e honrado por todos os Clínicos do país. Trata-se de um patrimônio nacional.

O Clínico é o especialista capacitado para oferecer atendimento global aos pacientes, com uso racional de exames laboratoriais. É considerado o grande integrador da prática médica e desempenha papel fundamental no Sistema de Saúde no Brasil. Quando bem formado, é um especialista capacitado para diagnosticar e tratar 70% dos doentes que buscam atendimento.

Em torno disso, precisamos unificar forças para combater iniciativas sem credibilidade que visam estabelecer outros nomes para a especialidade, desvalorizando a atuação do Clínico e desrespeitando nossa origem e tradição.

DEPOIMENTOS

Veja depoimentos de quem apoia a campanha e conheça algumas histórias sobre a importância da Clínica Médica na vida desses Clínicos que atuam nas várias regiões do país.

Você também pode participar. Mande e-mail para marketing@sbcm.org.br.

CURIOSIDADES

História da Clínica Médica

- A Clínica Médica, tal como a conceituamos hoje, nasceu com Hipócrates, há 2,5 mil anos. Foi ele o introdutor da anamnese como etapa fundamental do exame médico.

Ele também introduziu a observação clínica e o exame físico minucioso, que são absolutamente relevantes para a elaboração do diagnóstico e do prognóstico.


Hipócrates

- Outro grande nome da Clínica Médica mundial foi o canadense William Osler (1849-1919) que compreendia a Medicina não apenas como ciência, mas também como arte.

Até hoje serve de inspiração aos Clínicos por ensinar que a prática médica “começa com o paciente, continua com o paciente e termina no paciente”.

Foi ele um dos primeiros que valorizou a importância de ouvir o doente e de se fazer compreender por ele.


William Osler

- No Brasil, o grande defensor da especialidade é o Prof. Dr. Antonio Carlos Lopes que, desde sua formação, defende e pratica os princípios fundamentais da Clínica Médica, que são o humanismo e a relação médico-paciente.

Para ele, um bom diagnóstico é feito não só com os cinco sentidos, mas também com a intuição. Sabe que um aperto de mão pode revelar muita coisa, e que ganhar a confiança do paciente é fundamental. Ensina que nada substitui o contato olho no olho, a anamnese bem feira e o exame clínico minucioso.

Em 2020, Antonio Carlos Lopes recebeu o Título de Professor Emérito da Escola Paulista de Medicina da Unifesp.



Antonio Carlos Lopes
Residência Médica e Título de Especialista

- Todo médico que optar por uma especialidade clínica deverá antes cumprir dois anos de residência em Clínica Médica.

Essa foi uma conquista importante do Prof. Dr. Antonio Carlos Lopes quando, em 2002, assumiu como Secretário Executivo da Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação.

Para ele é absolutamente necessário que todos os médicos solidifiquem seus conhecimentos em Clínica Médica, o que irá garantir a percepção global do paciente e uma maior compreensão das enfermidades recorrentes.



– É muito comum as pessoas acharem que todo médico recém-formado é Clínico. Mas na verdade Clínica Médica é uma especialidade com formação específica por residência ou pós-graduação.

Além disso, para obter o Título de Especialista em Clínica Médica, é necessário ser aprovado em um rigoroso concurso composto por três etapas: prova escrita (com questões de múltipla escolha), prova prática e análise curricular.




- O primeiro Concurso para Título de Especialista em Clínica Médica aconteceu em 1991.

Livros

- O Tratado de Clínica Médica, editado pelo Prof. Dr. Antonio Carlos Lopes, é a única obra desse tipo já escrita no Brasil.

Em 2007, a segunda edição – já esgotada - foi vencedora do Prêmio Jabuti, com mais de 20 mil exemplares vendidos.



- O livro “Clínica Médica – Diagnóstico e Tratamento” também é obra de destaque no âmbito da Clínica Médica.

Editada pelo Prof. Dr. Antonio Carlos Lopes, contou com 797 colaboradores. São 6254 páginas, divididas em 457 capítulos e 6 volumes. A primeira edição encontra-se esgotada.


MENSAGEM AOS CLÍNICOS

Ao Clínico com carinho

Sou de um tempo em que Medicina era realmente um compromisso de fé. Isso significa, em essência, que nada tem mais relevância do que o atendimento à beira do leito.

A única forma de se obter resultado efetivo na assistência é com o olho no olho, o toque e a conversa realmente interessada. Dedicar-se a ganhar a confiança do paciente não é perda de tempo. É o único caminho honesto para quem pratica a boa Medicina e para quem é primordial gostar de gente.

Aquele que opta pela Medicina e pela Clínica Médica, assume uma carreira que exige grande dedicação e implica em uma enorme responsabilidade.

O Clínico possui embasamento para exercer qualquer uma das outras especialidades. Portanto, ele tem o papel de integrador da prática médica, atuando em parceria com as outras especialidades pela construção de uma Medicina de qualidade, que seja dedicada ao atendimento integral de qualquer paciente, independente de sua classe social, credo ou cor.

Com a criação da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, em 16 de março de 1989, a Clínica Médica ganhou visibilidade e passou a ser respeitada no âmbito das especialidades. Graças a um trabalho intenso de conscientização realizado pela entidade junto aos colegas médicos e à sociedade.

Essa atuação pela valorização do Clínico, nos últimos 30 anos, contou também com o valioso apoio da Associação Médica Brasileira, do Conselho Federal de Medicina e das outras sociedades de especialidade.

Neste momento, aproveito a oportunidade não apenas de um testemunho, mas a licença para respirar fundo e compartilhar da experiência de décadas de dedicação aos meus pacientes, de entrega a meus alunos e de convicção em meus princípios. A despeito de todas as adversidades, por maiores que sejam, sempre há um jeito de atender bem.

Aí está o nosso maior bem: não é a sabedoria inflada por teorias, mas a prática alicerçada no amor ao outro, na satisfação de cuidar e na alegria de salvar vidas.

Novamente agradeço a todas às sociedades de especialidade que se ombreiam à Clinica Médica e sem as quais não conseguiríamos cumprir totalmente com nossos objetivos.

Parabéns aos quase 42 mil médicos ligados à Clínica Médica em todo o país.

Antonio Carlos Lopes é presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica