A Sociedade Brasileira de Clínica Médica está empenhada em mudar o preocupante panorama da incidência de eventos cardiovasculares entre as mulheres brasileiras. Por meio da campanha Mulher Coração, cuja embaixadora é a diretora do instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, realiza ações permanentes de conscientização sobre a importância da prevenção e redução dos altos índices de mortalidade. 

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a entidade divulgou os dados de uma pesquisa inédita realizada com 692 brasileiras, buscando entender seu histórico de saúde, hábitos de vida, fatores de estresse e rotina profissional, relacionando o conjunto dessas informações aos riscos de eventos cardiovasculares. 



Atualmente as doenças cardíacas na mulher já ultrapassam as estatísticas dos tumores de mama e útero. Segundo dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), respondem por um terço das mortes no mundo, com 8,5 milhões de óbitos por ano, ou seja, mais de 23 mil mulheres por dia. Entre as brasileiras, principalmente acima dos 40 anos, as cardiopatias chegam a representar 30% das causas de morte, a maior taxa da América Latina. 

A campanha Mulher Coração visa, portanto, alertar autoridades, gestores e a comunidade sobre o aumento significativo dessas estatísticas, conscientizando quanto aos sintomas, que podem ser diferentes dos apresentados entre os homens. Veja mais em www.mulhercoracao.com.br.

 

RUA BOTUCATU, 572 - CJ. 112 - SĂO PAULO - SP - CEP 04023-061
TEL (11) 5908-8385 / E-MAIL: SBCM@SBCM.ORG.BR